Ficha de Inscrição – Tassia

  • Home
  • Ficha de Inscrição – Tassia

Inscrições

Todos, delegados e observadores, devem fazer sua inscrição no formulário abaixo.

Os delegados, além da inscrição individual, é necessário que o sindicato pelo qual foram eleitos envie a relação juntamente com a ata da eleição, além do comprovante.

Os observadores devem enviar o comprovante de pagamento através do email ([email protected]), para confirmação, além de anexá-lo em local específico no ato da inscrição.

O pagamento pode ser feito por depósito/transferência/PIX, utilizando conta/chave abaixo.

Ficha de Inscrição

 

Categories

At vero eos et accusamus et iusto odio digni goikussimos ducimus qui to bonfo blanditiis praese. Ntium voluum deleniti atque.

Melbourne, Australia
(Sat - Thursday)
(10am - 05 pm)

– Delegados
R$ 490,00 (com hospedagem e alimentação)
*Hospedagem em apartamento duplo ou triplo (de acordo com disponibilidade). Este valor pode ser pago em 2X R$ 245,00 (1ª no ato da inscrição e 2ª até 10/11).

– Observadores
R$ 245,00 (sem hospedagem e alimentação)
R$ 690,00 (com hospedagem e alimentação)
*Hospedagem em apartamento duplo ou triplo (de acordo com disponibilidade). Este valor pode ser pago em 2X R$ 345,00 (1ª no ato da inscrição e 2ª até 10/11). Interessados em pagar no cartão de crédito, favor consultar a organização do evento.

– Aposentado e estudante (graduação, pós, mestrado/doutorado)
R$ 122,50 (sem hospedagem e alimentação)
*Para fazer jus a este direito, o aposentado precisa ser filiado a um dos 31 sindicatos da base da Fenaj. Os estudantes precisam apresentar comprovante de matrícula do semestre atual no ato da inscrição.

Dados de Pagamento
– PIX – [email protected]
– Conta Bradesco
Agência: 3567
C/C: 11642-4
CNPJ: 13.507.744/0001-49
SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS DO ESTADO DA BAHIA

André Curvello (BA)

Com passagem por agências de publicidade, rádio, assessoria de imprensa, televisão, jornal impresso e experiências em cargos públicos, André Curvello foi redator publicitário, Chefe da Sucursal do jornal A Tarde e Secretário de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia. Foi também secretário de Comunicação Social do Município de Salvador, trabalhou como repórter, editor e produtor em rádio, jornal e televisão. Coordenou diversas campanhas eleitorais majoritárias e outras na área Política. É secretário de Comunicação do Estado da Bahia desde 2015.

Victor Gurgel (BA)

Advogado com atuação na área sindical há mais de 15 anos. Professor universitário. Mestre em Direito, Governança e Políticas Públicas. Especialista em Direito do Trabalho e Ambiental pela Universidade Federal da Bahia. Pesquisador sobre o trabalho em plataformas digitais. Presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB-BA. Procurador do TJD Bahia. Assessor Jurídico do Sinjorba há mais de 10 anos.

Yuri Almeida (BA)

Jornalista e professor. Mestre em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Especialista em Jornalismo Contemporâneo (Unijorge) e Marketing (USP) e Psicologia Social e Antropologia (FAMEESP). Professor de pós-graduação na UCSal e Escola Baiana de Comunicação e de graduação nos cursos de Jornalismo e Marketing da Faculdade 2 de Julho). Fundador do LabCaos, hub especializado em marketing político, ciência de dados, inteligência e monitoramento de mídias sociais, centro de estudo, pesquisa e análise de dados, que presta serviços para empresas, instituições e políticos em todo o Brasil.

Suely Temporal (BA)

Jornalista formada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com especialização em Marketing e Propaganda e em Convergência Midiática. Repórter premiada pela Associação Baiana de Imprensa e pela Assembleia Legislativa do Estado. Vencedora do Prêmio ABMP 2008 e 2012 na categoria profissional de Assessoria de Comunicação. Chefiou o Departamento de Jornalismo da TV Band/Bahia e equipes de reportagem do Jornal da Bahia e do Correio da Bahia. Atuou como assessora de comunicação na Câmara Municipal de Salvador, Assembleia Legislativa da Bahia, Sindiquímica (Sindicato dos Trabalhadores Químicos e Petroquímicos da Bahia) e Prefeitura de Camaçari, entre outros. Há 25 anos fundou e dirige a AT – Comunicação Corporativa, que possui contas de empresas nacionais e internacionais. Fundadora e gestora do perfil “De Repente Sessentona”, que desde 2014 debate a questão do envelhecimento sem sofrimento.

Gabriela de Paula (BA)

Jornalista com mais de 20 anos de experiência em redação, Assessoria de Imprensa, comunicação institucional e corporativa, é editora-chefe na Ayoo – ecossistema de capacitação corporativa para inovação e futuro. Trabalhou na Band News FM, TV Band Bahia, Rádio FM e Revista Metrópole, jornal A Tarde Foi assessora da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia (Secti) e da Telefônica Vivo na Bahia/Sergipe. Trabalhou também para o CREA-BA, OAB-BA, Hospital Aliança, Maternidade Climério de Oliveira, Fórum Social Mundial 2018 e prefeituras. Tem pós-graduação em Marketing Digital, Inovação e Empreendedorismo pelo Disruptive MBA. Ministra treinamento para executivos na elaboração de discursos, mensagens-chave e outras ferramentas para pronunciamentos e entrevistas, tendo na Petrobras, Embasa, Enel e Energisa.

Guilherme Pichonelli (SP)

Jornalista formado pela Faculdade de Comunicação Social “Cásper Líbero”, é fundador e CEO da Vira Comunicação, que atua há 13 anos no segmento de Assessoria de Imprensa e Relações Públicas, da Nós – Fábrica de Conteúdo, nascida em 2021, e da GerminLab, com foco em ciência, pesquisa e comunicação voltada para o agronegócio sustentável. Em 2007 esteve no Intercom com sua tese “Da Teoria Crítica à Nova Crítica Alemã – Os Conceitos de Imagem e Corpo em Dietmar Kamper”. Em seguida se dedicou ao estudo da Incomunicação. Atualmente é mestrando do PROLAM, da USP, onde se aprofundou em fake news, jornalismo científico e a pandemia da Covid-19 no Chile e Brasil.

Vera Longuini (SP)

Jornalista profissional diplomada, pós-graduada em Jornalismo e Segmentação Editorial e com MBC em Redação Criativa e Jornalismo Literário. É especialista em Jornalismo para o Desenvolvimento Sustentável e certificada pela Global Reportining Iniciative para a elaboração do GRI – Relatório de Sustentabilidade. Trabalhou nas rádios CBN, Cultura, Educadora, Band, Central, em televisão na Globo e SBT e nos jornais Folha de São Paulo e O Globo, além de assessoria de Imprensa em empresas públicas e privadas. Professora, lecionou na graduação na PUC Campinas e na Pós-graduação em Jornalismo da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep). Atualmente ministra palestras e workshops sobre os mais diversos temas de comunicação empresarial e realiza Media Training para empresas privadas. É autora dos livros “100 Anos de Monjolinho”, história da mais antiga usina hidrelétrica da CPFL Energia e “Voluntária do Amor”, biografia de Vandir Justino da Costa Dias, considerada a “Dama da Caridade” de Campinas na década de 80. Desde 2000 é responsável pela empresa Ateliê da Notícia, sediada em Campinas (SP), especializada em comunicação jornalística, dirigida e corporativa, com destaque pela elaboração de estratégias de comunicação para alavancar divulgação em nível nacional, mesmo que de pequenos clientes, além de sucessos em cases de Comunicação de Crise. No terceiro setor, onde atua também, recebeu o Diploma de Mérito Jornalístico da Cidade de Campinas e os prêmios “Herbert de Souza” e “Jornalista Solidário”.

Samira de Castro (CE)

Graduada em Jornalismo pela Universidade Federal do Ceará (UFC), é repórter do jornal Diário do Nordeste desde 1997 (atualmente licenciada para mandato sindical). Trabalhou como assessora parlamentar e para entidades sindicais. Figura no ranking dos jornalistas mais premiados do Brasil e do Nordeste, segundo o portal Jornalistas & Cia. Ingressou no movimento sindical dos jornalistas em 2010, quando foi eleita secretária-geral do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará (Sindjorce), tendo assumido a presidência interinamente de 2011 a 2013. Foi presidenta do Sindjorce por dois mandatos consecutivos (2013-2016 e 2016-2019). É presidenta da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), já tendo exercido também o cargo de segunda vice-presidenta e segunda tesoureira da entidade. Integra o Comitê Executivo do Conselho de Gênero da Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ). Também integra o Conselho Consultivo da Rede de Jornalistas e Comunicadoras com Visão de Gênero e Raça (RIPVG – Brasil) e a Comissão Nacional de Mulheres Jornalistas da FENAJ. Foi conselheira titular do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos do Ceará (CEDDH-CE) por dois mandatos.

Clemente Ganz Lúcio (SP)

Sociólogo, coordenador do Fórum das Centrais Sindicais, membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Sustentável da Presidência da República (CDESS), membro do Conselho Deliberativo da ONG Oxfam Brasil e do Conselho de Administração do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Foi diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) de 2004 a 2020. Também foi membro do Conselho da Sociedade Civil do Banco interamericano de Desenvolvimento (BID) de 2004 a 2019 e do Conselho de Altos Estudos do Tribunal de Contas da União (TCU). Foi coordenador do GT Trabalho na equipe de transição do Presidente Lula/Alckmin em 2022.

André Santana (BA)

Jornalista, mestre e doutorando em Estudo de Linguagens, professor da UNEB e colunista do UOL. Pesquisador sobre midiativismo e imprensa negra, foi um dos fundadores do Instituto Mídia Étnica e do portal Correio Nagô.

Ana Georgina (BA)

Graduada em Ciências Econômicas, pela Universidade de Brasília – UnB. Ingressou nos quadros do DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicas, inicialmente na Subseção do DIEESE na Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria (CNTI), foi técnica na Subseção do DIEESE no Sindicato dos Químicos do Estado da Bahia e atualmente está na supervisão técnica do Escritório Regional do DIEESE na Bahia.

PV Bispo (BA)

Diretor de Comunicação Digital da Prefeitura de Salvador, que atualmente tem o perfil no Instagram mais seguido do mundo, na categoria executivo municipal. A Prefs Salvador também foi indicada na premiação SocialMediaGov em três categorias em 2023. PV Bispo, que é publicitário formado na UCSAL, segundo Nizan Guanaes, é um dos cinco baianos da área de comunicação publicitária como possível referência para o futuro.

Boanerges Lopes (MG)

Mestre em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (1997) e Doutor em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001). É Professor Titular da Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF (MG), desde 2018. Idealizador do curso de Pós-Graduação – Especialização em Comunicação Empresarial (UFJF-MG), onde coordena e ministra aulas desde 2006. Diretor e conselheiro da Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo (ABEJ) desde 2012 e da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), desde 2020. Integra desde 2014 o grupo de pesquisa “Estudos Avançados em Comunicação Organizacional”, da UFRN. Coordena e participa do Grupo de Pesquisa “Estudos e Práticas em Comunicação nas Organizações” da UFJF, onde desenvolve entre outros projetos, o “Facom em Pauta” e “Coletiva na Facom”. Orienta projetos de iniciação científica, PIBIC e BIC pela UFJF, além de bolsistas de monitoria e treinamento profissional. Chefe do departamento de Jornalismo no período de 2008 a 2014. Integrou o Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da UFJF até 2016. Autor de livros e editor dos sites www.cemp.jor.br e www.tempautajf.com.br. Orientador de projetos de pesquisa com ênfase na complexidade, na transdisciplinaridade, nas iniciativas de crítica de mídia e mídia/educação e nas ferramentas aplicadas à comunicação empresarial. Jornalista, trabalhou no Jornal O Globo, rádios (Globo, JB e Estácio FM) e em assessorias de imprensa e de comunicação diversas no Rio de Janeiro, no setor público e privado. Atuou como Assessor-Chefe na Prefeitura do Rio durante duas décadas a partir de 1984.

Naiana Rodrigues da Silva (CE)

Jornalista, professora adjunta do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC), atuando na área de Jornalismo, Multimídia e Convergência Midiática. Professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação (2023) da UFC, vinculada à linha de pesquisa Mídia e Práticas Sócio-culturais. É pesquisadora no Centro de Pesquisa em Comunicação e Trabalho (CPCT-ECA-USP) e no grupo Práxis no Jornalismo (Praxisjor – UFC). Doutora na linha de pesquisa Epistemologia, Teoria e Metodologia da Comunicação do Programa de Ciências da Comunicação da Escola de Comunicações e Artes (ECA), na Universidade de São Paulo (2022), onde investigou as relações de comunicação e de trabalho de jovens jornalistas cearenses: um estudo sobre as dramáticas do uso de si, a deontologia e o ethos profissionais.

Marcos Perioto (DF)

Economista formado pela PUC-SP, é secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho. Foi assessor e consultor de entidades sindicais de trabalhadores. Atuou nas áreas de negociação coletiva, de desenvolvimento de estudos e pesquisas, de comunicação sindical, de qualificação profissional, de representação dos trabalhadores em conselhos e fóruns, como na Comissão Estadual Tripartite do Emprego de São Paulo. Também como representante dos trabalhadores, participou de diversas negociações para a construção de políticas de segurança no trabalho em diversos segmentos do mercado de trabalho, como na indústria de panificação e confeitaria na Norma Regulamentadora nº 12 (NR-12), Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos, do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Indústria da Construção (2012).

Lúcio Filho (CE)

É jornalista formado pela Faculdade Integrada do Ceará (Estácio FIC), com especialização em Assessoria de Comunicação pela mesma instituição e graduando em Letras (Licenciatura Plena em Língua Portuguesa) pela UECE. É gestor de Rádio do Governo do Ceará desde 2015, tendo passado antes pela Assessoria de Imprensa da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA). Na Assessoria de Imprensa do estado estruturou toda a rede de assessoria em rádios do governo cearense, produzindo conteúdo sonoro que alimenta centenas de emissoras e profissionais. Criou o podcast Cearenseando em 2019, junto com os jornalistas Ciro Câmara e Larissa Falcão. O Cearenseando é um canal que agrega os podcasts do Governo do Ceará, produzidos por jornalistas de diversas secretarias. A iniciativa fala de uma forma leve e descontraída sobre diversos assuntos de interesse dos cearenses. Foi o primeiro projeto institucional do gênero entre governos nordestinos e a pioneira, em nível nacional, a ofertar conteúdo abertamente voltado para a população, podendo ser acessado pelas plataformas como Spotify, Deezer, Google Podcasts, Apple Podcasts, entre outras, e pelo próprio site do Governo do Ceará.

Orlando Silva (SP)

Deputado federal (PCdoB-SP). É relator do Projeto de Lei 2630 (conhecido como PL das Fake News). Foi relator da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, da Lei de Migrações, da Lei Padre Júlio Lancellotti, entre diversos outros projetos. Presidiu a Comissão de Trabalho, Administração e Serviços Públicos e a Comissão de Direitos Humanos da Câmara e atualmente compõe a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), entre outras. Presidiu a histórica sessão da Câmara que incorporou a Convenção Antirracismo da OEA à Constituição Federal e é autor das Leis que inscreveram Luiz Gama no Livro dos Herois da Pátria e como patrono da Abolição no Brasil. Foi vereador em São Paulo, ministro do Esporte nos governos Lula e Dilma e está no terceiro mandato na Câmara Federal. Foi membro do Centro Acadêmico de Direito da UCSal e o primeiro presidente negro da União Nacional dos Estudantes (UNE).

Wilson da Costa Bueno (SP)

Jornalista, professor sênior do Departamento de Jornalismo e Editoração da USP, com mestrado e doutorado em Ciências da Comunicação. Líder do grupo de pesquisa JORCOM – O Jornalismo na Comunicação Organizacional, certificado pela ECA/USP. Já orientou mais de 120 dissertações e teses em Comunicação/Jornalismo. Diretor da Comtexto Comunicação e Pesquisa, empresa de consultoria nas áreas de Jornalismo Especializado e Comunicação Organizacional.

Elaine Hazin (BA)

Jornalista formada pela UFBA em 1994. Atuou em vários veículos, como a TV Bahia, Jornal Correio, Editora Globo, Editora Trip e Vogue. Fundou em 1999 a Via Press, empresa de comunicação 360, com sede em Salvador e atuação em todo país, especializada em construção de marcas e imagem, com atuação em assessoria de imprensa, relações públicas, eventos corporativos, live marketing, produção cultural, relacionamento comunitário e gestão de equipamentos culturais. No portifolio, traz clientes como Prefeitura de Salvador, Ministério da Cultura, Petrobras, Governo da Bahia, Petrobras, Caixa, Itaú, Ambev, Schincariol, Coca-Cola, Grupo Pestana, Complexo Costa do Sauípe, Natura, Vivo, Camarote Expresso 2222, Acelen, Aeroporto de Salvador, Braskem, entre outros. Para a gestão dos equipamentos culturais, dirige uma equipe diversa de 120 profissionais.Recentemente criou em sociedade com sua irmã o projeto Mãe Comida Afetiva, em homenagem a sua mãe, que morreu de Covid em 2021, um café na Cidade da Música, na Casa do Carnaval e na Casa do Rio Vermelho, em Salvador, que se transformará também em um projeto social.

Claudiane Carvalho (BA)

Jornalista, professora da Facom-UFBA, doutora em Comunicação e Cultura Contemporâneas (UFBA) e tem estágios de pós-doc dedicados aos estudos do discurso informativo. É autora do livro “A Construção da Notícia: Interseções entre Jornalismo e Comunicação Estratégica” (Edufba, 2019) e coautora de “Comunicação Estratégica e Gestão de Marca” (Edufba, 2023), “A Construção de Sentidos no Jornalismo: Contribuições de Maurice Mouillaud e Eliseo Verón” (Edufba, 2020) e de “Marca Lugar, Comunicação e Cultura” (Edufba, 2018). É pesquisadora do Centro de Estudos e Pesquisa em Análise do Discurso e Mídia (CEPAD/ PósCOM/UFBA) e do INCT IN TREE.  Tem experiência em edição e coordenação de telejornal e projetos de TV e vídeo, em redações de Jornalismo impresso diário, comunicação estratégica com foco na produção do discurso informativo para gestão de marca, comunicação para movimentos sociais e organizações da sociedade civil.

Michelle Matos Rubim (BA)

Mestre em Comunicação em Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia, pesquisadora do Centro de Estudos e Pesquisas em Análise do Discurso e da Mídia (CEPAD – UFBA), responsável pelo primeiro mapeamento brasileiro de jornalismo de marca em veículos de comunicação. Especialista em Comunicação estratégica e branding pela UFBA, também atua como coordenadora de comunicação e marketing governamental. Como consultora realiza trabalhos em Comunicação Estratégica, Jornalismo de Marca e Branding, com experiência em trabalhos nas iniciativas pública e privada, e em veículos de comunicação. Idealizadora do Movimento Jornalismo de Marca Brasil.